Presidente da OAB solicita informações sobre escritórios de advocacia citados em delação

No último dia 19, aconteceu a delação do ex-diretor de Relações Institucionais e Governo da J&F, controladora do Grupo JBS, Ricardo Saud. Durante seu depoimento, Saud citou e apresentou os nomes de mais de cem escritórios de advocacia Brasil afora que teriam recebido notas falsas emitidas para esquentar dinheiro de propina.

Assim que divulgado o conteúdo da delação, a Ordem dos Advogados do Brasil solicitou ao Ministro do STF, Luiz Edson Fachin, mais informações sobre tais denúncias, com o objetivo de verificar se existem outros elementos da delação, ainda sob sigilo, que envolvam escritórios de advocacia.

O Presidente da OAB, Dr. Claudio Lamachia, disse em entrevista que se comprovadas as denúncias, serão tomadas as providências cabíveis, e garante que os advogados envolvidos responderão duplamente. Primeiro internamente, no contexto ético-disciplinar e ainda no contexto penal, frente ao Poder Judiciário.

O SINAP-PR, parabeniza a OAB Nacional por tal atitude e enaltece seu presidente, Claudio Lamachia, pela proatividade frente a situações que desvirtuam os valores da Instituição e o admira pela transparência em tornar pública as disfunções da classe, na busca de um país cada vez mais livre da corrupção. Leia a carta enviada pelo SINAP-PR ao Dr. Claudio Lamachia na íntegra:

Carta de Parabenização – Presidente da OAB